toxina butolinica

O que é Toxina Botulínica ? BOTOX®

In Sem categoriaby LucyDeixe um comentário

 

O que é Toxina Botulínica ?


Falando um pouco de química, você vai aprender um pouco sobre a Toxina Botulínica. Ela é uma neurotoxina produzida pela bactéria Clostriduim Botulinum. O nome em si é bem complicado mesmo, mas suas funções são bem utilizadas hoje no mundo. Assim como toda bactéria ela cresce e reproduz em um tipo de ambiente propício e produz sorotipos diversos sendo caracterizados como A, B, C1, D, E, F e G, e cada sorotipo é utilizado para uma finalidade. Sendo a do tipo A a mais potente dentre todos e utilizado na medicina e estética.

 

Como ela age em meu organismo ?


A Toxina Botulínica por ser uma neurotoxina emite um sinal ao neurotransmissor de movimento muscular chamado Acetilcolina do cérebro. Sendo esse, responsável por liberar impulsos elétricos do cérebro ao músculo para realizar movimentos simples que estamos acostumados a fazer, como por exemplo abrir e fechar as mãos ou sorrir. Após a   neurotoxina ser aplicada, as sinapses (impulso elétrico) comandada pela Acetilcolina é bloqueada e assim, os músculos não recebem a mensagem que chega do cérebro solicitando a contração. Uma vez bloqueado, o músculo tende a ficar descontraído e relaxado.

 

Qual a diferença entre Botox e Toxina Botulínica?


Bom, assim como identificamos o Bom Brill como palha de aço, Gillete como lâminas de barbear, Xerox como fotocópias, Sucrilhos como cereais matinais, Miojo como macarrão instantâneo, Durex como fitas adesivas, Ban Daid como curativo adesivo, Danone como yogurtes, (Ufa! Ficaria até amanhã falando sobre vários outros exemplos!); essas são identificações comerciais, que ganharam força por serem referências como produtos. O Botox também é uma marca de referência no mercado de toxina botulínica. Então, quando você escutar o nome Botox, entenda ele se trata de uma marca, assim como existem outras diversas, sendo ela a mais usada e conhecida no mundo.

 

Qual a indicação para utilizar a Toxina Botulínica?


No início da descoberta, a toxina botulínica era utilizada apenas para tratamentos médicos como por exemplo o estrabismo. Os resultados das pesquisas e testes para esse tratamento foram muito eficazes. Pouco tempo depois, outros médicos e pesquisadores se interessaram pelo assunto, e outras pesquisas deram sequência no decorrer dos anos, onde a toxina foi testada para fins dermatológicos, neurológicos e estéticos.

Hoje, a toxina botulínica já é utilizada para quem sofre com enxaqueca, sinusite, paralisia facial ou corporal (devido a derrames ou causas diversas), bruxismo, hiperatividade muscular (conhecida como tiques nervosos), bleferoespasmos (contração na pálpebra involuntária), espasticidade (contração muscular causada por uma condição neurológica e pode causar até deformidade ou dificuldade de tarefas simples como andar ou fazer higiene), hiperidrose (suor excessivo nas mãos, axilas, pescoço ou pés), incontinência urinária (perda do controle de fazer xixi), bexiga hiperativa (sentimento frequente da vontade de urinar). Além das finalidades médicas, a toxina botulínica é utilizada no meio estético para corrigir assimetria facial, diminuição das linhas de expressão e rugas fixas na face como órbito ocular (área dos olhos), sulcos nasogênianos (bigode chinês), órbito labial (ao redor dos lábios) e nos músculos que consistem toda a região da testa.

 

Tenho riscos com a aplicação da Toxina Botulinica ?


Já escutou aquela frase que tudo em excesso mata? No caso da toxina botulínica um erro na dosagem ou da troca do sorotipo (como vimos acima existem diversos deles) você estaria no mundo do além em questão de minutos. Considerada como o veneno mais mortal do mundo a do Tipo H por exemplo, é milhões de vezes mais perigosa que o cianureto ou a dioxina! Uma dose de apenas 0,00000003mg da substância por quilo de peso corporal  de uma pessoa, mataria em segundos, ou inacreditáveis 28 gr da substância é capaz de matar 100 milhões de pessoas!

Mas calma, a aplicação realizada em pessoas é do Tipo A. Mas também possui sua letalidade utilizada em grandes doses sendo inalada ou injetada erroneamente ou por alguém não capacitado a realizar o procedimento de maneira adequada.

Ainda tenho dúvidas sobre o Botox, o que devo fazer ?


Escrevi essa matéria para sanar algumas das dúvidas mais frequentes que recebo em nosso Spa sobre o Botox. Se você possui alguma pergunta, envie nos comentários ou em nossas redes sociais! Será uma prazer ajudar a esclarecer e te informar sobre esse procedimento!

Tem dúvidas sobre outros procedimentos? Mande também uma mensagem e te ajudo no que for preciso!

E lembre-se! Faça procedimentos estéticos com profissionais capacitados e legalizados a realizarem tais práticas!! Segurança e satisfação com o resultado é tudo!

Espero ter ajudado você com essa matéria super bacana sobre a toxina botulínica!

Fontes de pesquisa:

  1. Alan B Scott, Carter C Collins: “Division of Labor in Human Extraocular Muscle”. Archives of Ophthalmology, vol. 90, no. 4, pg. 319-322. Outubro de 1973.
  2. Caetano, Norival (2016). BRP- guia de remédios 2016/17.
  3. Lehninger Principles of Biochemistry (4th Ed.) Nelson, D., and Cox, M.; W.H. Freeman and Company, New York, 2005.
  4. Dhaked RK, Singh MK, Singh P, Gupta P. Botulinum toxin: bioweapon & magic drug. Indian J Med Res. 2010 Nov.
  5. Majid OW. Clinical use of botulinum toxins in oral and maxillofacial surgery. Int J Oral Maxillofac Surg. 2010 Mar.
  6. Schwartz M, Freund B. Treatment of temporomandibular disorders with botulinum toxin. Clin J Pain. 2002 Nov-Dec;18.
  7. Jay, James M., Loessner, Martin J., Golden, David A. (2005). «Chapter 24: Food Poisoning Caused by Gram-Positive Sporeforming Bacteria». Modern Food Microbiology: Seventh Edition. New York: Springer Science + Business Media, Inc. p. 581.

Deixe um comentário

avatar